Minhas Compras
Você adicionou a sua lista de compras. O que deseja fazer agora?
Continuar Comprando! Fechar Compra!
X

Envie sua mensagem

Aguarde, enviando contato!
Categoria: Blog Publicado em: 26/04/2020 comentários

Malformações do lobo temporal na acondroplasia

Malformações do lobo temporal na acondroplasia
  • Compartilhe Post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Displasia tanatofórica, acondroplasia e hipocondroplasia pertencem ao grupo de desordens esqueléticas genéticas relacionadas ao grupo FGFR3. Já foram documentadas anormalidades do lobo temporal em displasia tanatofórica e hipocondroplasia. Em crianças com acondroplasia, também já foram bem documentados os achados de imagem do crânio, entre eles o estreitamento do espaço subaracnoide no nível do forame magno, ventriculomegalia e alargamento bifrontal do espaço subaracnoide. A combinação de megaloencefalia, aumento do lobo temporal e sulco profundo aberrante foi sugerida como específica para displasia tanatofórica.

Este estudo objetivou testar a hipótese de uma possível extensão dos achados de malformações temporo-occipitais relacionadas a osteocondrodisplasias-FGFR3 a indivíduos com acondroplasia, que é a displasia esquelética não letal mais comum.

Foi um estudo retrospectivo que incluiu 13 crianças com diagnóstico de acondroplasia, variando entre 3 meses e 12 anos no momento da realização da RM. Nove delas apresentaram teste genético confirmando mutação FGFR3; as outras 4 crianças não realizaram o teste genético, tendo o diagnóstico de acondroplasia confirmado clinicamente e radiograficamente.

Diversas características por imagem foram avaliadas e os resultados foram os seguintes:

1) Todas as crianças mostram um sulco temporal transverso profundo (visível nas imagens axial T1 e sagital T2);

2) 12 crianças com inversão hipocampal incompleta e ventriculomegalia (definida como medida dos cornos frontais dos ventrículos laterais > 10mm);

3) 11 casos com hipersulcação no lobo temporal mesial, com extensão ao calcar avis em 9.

Os outros achados foram redução da diferenciação branco-cinzenta no lobo temporal mesial em 5 casos; morfologia triangular no corno temporal em 6 e megaloencefalia em 5.

Heterotopia subependimária e polimicrogiria não foram demonstradas (estes achados já foram descritos em outros estudos como associados a displasia tanatofórica e hipocondroplasia).

Deste modo, os achados deste estudo reforçam a associação de malformações do lobo temporal e displasias esqueléticas relacionadas a diferentes mutações no gene FGFR3.

Agora, vamos a algumas imagens? 

Malformações do lobo temporal na acondroplasia

Malformações do lobo temporal na acondroplasia

Interessante não?

Fiquem atentos :)

 

Fonte: S.A. Manikkam et al.
American Journal of Neuroradiology 2018, 39 (2) 380-384
doi: https://doi.org/10.3174/ajnr.A5468

Olá, deixe seu comentário para Malformações do lobo temporal na acondroplasia

Já temos 4 comentário(s). DEIXE O SEU :)
Ana Fonseca

Ana Fonseca

Excelente escolha de tema! Muito útil :)
★★★★★DIA 29.04.20 15h34RESPONDER
Camila Amâncio
Enviando Comentário Fechar!
Camila Amâncio

Camila Amâncio

Legal, né?
★★★★★DIA 29.04.20 15h36RESPONDER
Camila Amâncio
Enviando Comentário Fechar!
Isadora Fonseca de Vasconcelos

Isadora Fonseca de Vasconcelos

Achei incrível a expansão do conhecimento da síndrome com ma formações encefálicas
★★★★★DIA 29.04.20 14h35RESPONDER
Camila Amâncio
Enviando Comentário Fechar!
Camila Amâncio

Camila Amâncio

Nós também achamos! :)
★★★★★DIA 29.04.20 15h22RESPONDER
Camila Amâncio, Ana Fonseca
Enviando Comentário Fechar!
Enviando Comentário Fechar!

CONHEÇA NOSSA EQUIPE

Ana Fonseca

Ana Fonseca

Neurorradiologista

Radiologista com atuação em Neurorradiologia e Cabeça e Pescoço. Fellowship na Santa Casa de São Paulo e grupo DASA.

Bárbara Trapp

Bárbara Trapp

Neurorradiologista

Radiologista com atuação em Neurorradiologia. Fellowship em Neuroimagem pela Unifesp e Universidade de Viena.

Igor Padilha

Igor Padilha

Neurorradiologista

Radiologista com atuação em Neurorradiologia e Cabeça e Pescoço. Fellowship na Santa Casa de São Paulo e grupo DASA.

Camila Amâncio

Camila Amâncio

Neurorradiologista

Radiologista com atuação em Neurorradiologia no Hospital Sírio-Libanês e grupo DASA. Fellowship no Hospital Sírio-libanês.

 

Cadastre-se em nossa Lista VIP