Minhas Compras
Você adicionou a sua lista de compras. O que deseja fazer agora?
Continuar Comprando! Fechar Compra!
X

Envie sua mensagem

Aguarde, enviando contato!
Categoria: Blog Publicado em: 17/04/2020 comentários

Sintomas neurológicos potenciais do COVID-19

Sintomas neurológicos potenciais do COVID-19
  • Compartilhe Post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

A doença causada pelo novo coronavírus (COVID-19) com início na China tem se espalhado rapidamente e múltiplos países relatam novos casos todos os dias.

Os principais sintomas conhecidos da doença incluem febre, tosse seca e fadiga. No entanto, médicos na linha de frente em países afetados vêm observando sintomas atípicos em alguns doentes que, ao invés do clássico quadro respiratório, apresentam manifestações neurológicas no momento do diagnóstico, que incluem cefaleia, lentidão, tontura, marcha instável, hemorragia intracraniana e AVCi.

Apesar de já haver diversos casos de pacientes com COVID-19 com quadro clínico complicado por hemorragia intracraniana, não existe até o momento estudos relevantes demonstrando esta relação causal. Algumas teorias buscam explicar esta fisiopatologia, baseando-se em evidências científicas. Vamos explorá-las?

Pesquisas recentes têm mostrado que para o novo coronavírus (SARS-Cov-2) invadir o sistema respiratório humano, ele utiliza como receptor a enzima conversora de angiotensina 2 (ACE-2). Recapitulando a fisiologia... a ACE-2 (diferente da ACE) participa como regulador negativo do sistema renina angiotensina aldosterona, reduzindo a pressão arterial, já que converte angiotensina II (forma ativa) em angiotensina 1-7 (inativa). Dessa forma, como o vírus utiliza da ACE-2 para invadir nossas células, a sua expressão no organismo fica reduzida, levando a pior controle pressórico e maior predisposição a picos hipertensivos.

E aí você me pergunta: e no paciente hipertenso?

Por si só, o paciente hipertenso apresenta baixa expressão de ACE-2. Estes pacientes, quando infectados pelo SARS-Cov-2, apresentam redução concomitante da expressão da enzima, tanto pelo vírus quanto pela sua condição de base, levando a pior controle pressórico e, por sua vez, maior probabilidade de hemorragia cerebral.

Evidências têm mostrado que pacientes com COVID-19 freqüentemente sofrem de coagulopatia com prolongamento do tempo de protrombina, fator de risco para hemorragia cerebral secundária. Por outro lado, sabe-se que a COVID-19 pode apresentar-se com aumento no dímero D, predispondo a eventos trombóticos arteriais e venosos, porém ainda sem casos documentados na literatura. Existem relatos anteriores de infecção por vírus da mesma família (SARS) promovendo encefalomielite desmielinizante aguda (ADEM), AVCi e epilepsia refratária.

Com o surto de COVID-19, é importante mantermos vigilância ativa quanto a cenários clínicos atípicos, cursando com quadro neurológico muitas vezes inespecífico. Estamos vivendo um momento desafiador, com muitas perguntas ainda sem respostas definitivas. Estamos vivendo um momento desafiador, com muitas perguntas ainda sem respostas definitivas. Pacientes com sintomas atípicos também serão vetores importantes da doença.

Mantenham-se atentos! 

Fonte:

Ther Adv Neurol Disord. Vol. 13: 1–2. Hai-Yang Wang et al.

https://doi.org/10.1177/1756286420917830

Olá, deixe seu comentário para Sintomas neurológicos potenciais do COVID-19

Já temos 4 comentário(s). DEIXE O SEU :)
Maria Das Dores da Silva

Maria Das Dores da Silva

Excelente!!!!. Um artigo que nos deixa bem informado das ocorrências atuais.
★★★★★DIA 28.04.20 22h23RESPONDER
Ana Fonseca
Enviando Comentário Fechar!
Isadora Calixto

Isadora Calixto

Muito ótimo!
★★★★★DIA 25.04.20 19h59RESPONDER
Ana Fonseca
Enviando Comentário Fechar!
Isadora Calixto

Isadora Calixto

Excelente!
★★★★★DIA 25.04.20 19h56RESPONDER
Ana Fonseca
Enviando Comentário Fechar!
Isadora Calixto

Isadora Calixto

Muito bom!!!
★★★★★DIA 25.04.20 19h46RESPONDER
Ana Fonseca
Enviando Comentário Fechar!
Enviando Comentário Fechar!

CONHEÇA NOSSA EQUIPE

Ana Fonseca

Ana Fonseca

Neurorradiologista

Radiologista com atuação em Neurorradiologia e Cabeça e Pescoço. Fellowship na Santa Casa de São Paulo e grupo DASA.

Bárbara Trapp

Bárbara Trapp

Neurorradiologista

Radiologista com atuação em Neurorradiologia. Fellowship em Neuroimagem pela Unifesp e Universidade de Viena.

Igor Padilha

Igor Padilha

Neurorradiologista

Radiologista com atuação em Neurorradiologia e Cabeça e Pescoço. Fellowship na Santa Casa de São Paulo e grupo DASA.

Camila Amâncio

Camila Amâncio

Neurorradiologista

Radiologista com atuação em Neurorradiologia no Hospital Sírio-Libanês e grupo DASA. Fellowship no Hospital Sírio-libanês.

 

Cadastre-se em nossa Lista VIP