Minhas Compras
Você adicionou a sua lista de compras. O que deseja fazer agora?
Continuar Comprando! Fechar Compra!
X

Envie sua mensagem

Aguarde, enviando contato!
Categoria: Blog Publicado em: 03/05/2020 comentários

Metástase de neuroblastoma e o padrão hair-on-end

Metástase de neuroblastoma e o padrão hair-on-end
  • Compartilhe Post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Este é o caso de uma criança de 17 meses com oftalmoplegia e dor no quadril. 

A TC do crânio revelou espessamento da díploe e periostite espiculada, um padrão de imagem conhecido como "hair on end" ou "cabelo eriçado". Vejam as imagens abaixo:

Metástase de neuroblastoma

Imediatamente vem-nos em mente os diagnósticos diferenciais do padrão hair on end, destacando-se os principais:

- Metástase de neuroblastoma

- Anemia hemolítica, talassemia maior e anemia falciforme

- Hemangioma da calota

- Doença cardíaca congênita cianótica

- Leucemia / desordens linfoproliferativas

O paciente foi, então, submetido a uma TC de abdome, que revelou uma massa retroperitoneal heterogêna, envolvendo a adrenal esquerda. Veja as imagens abaixo:

Metástase de neuroblastoma

O conjunto destes achados é compatível com neuroblastoma com metástase para a calota craniana.

Vamos aprender um pouco mais sobre o tema?

Neuroblastomas são tumores do tecido neural primitivo e podem surgir em qualquer lugar da cadeia simpática, com a maioria dos tumores primários originando-se na glândula adrenal. É 3º tumor mais comum em crianças e o tumor extracraniano sólido mais comum nos primeiros 2 anos de idade.

A idade média ao diagnóstico é de 15 a 17 meses.

Os locais mais comuns de metástase são os ossos, fígado e linfonodos locais, com metástases cranianas encontradas em até 25% dos pacientes com neuroblastoma.

E o que veremos como padrão característico das metástases cranianas?

- Lesões líticas no RX ou TC

- Espessamento da díploe

- Periostite espiculada (“hair-on-end”)

- Alargamento das suturas, menos comumente

Já o tumor primário, que é mais comum na adrenal, normalmente se apresenta como uma massa heterogênea com densidade de partes moles e calcificações em até 80% dos casos.

A medicina nuclear pode ser útil nesse cenário. A avaliação da metaiodobenzilguanidina (MIBG) localiza os tecidos secretores de catecolaminas e são 88% sensíveis e 99% específicos para neuroblastoma.

Quanto aos achados patológicos, os neuroblastomas são round blue cell tumors com rosetas de Homer Wright intercaladas, com a maioria demonstrando amplificação do oncogene N-myc (um fator prognóstico ruim).

 

Fiquem atentos para este diagnóstico!

Se virem o padrão hair-on-end na TC ou RX, acendam a luz para metástase de neuroblastoma!

 

Fontes:

1. Caso da semana da AJNR (http://www.ajnr.org/content/cow/03262020)

2. Radiopaedia.

Olá, deixe seu comentário para Metástase de neuroblastoma e o padrão hair-on-end

Já temos 2 comentário(s). DEIXE O SEU :)
Renato Santos Soares

Renato Santos Soares

Parabéns.
★★★★★DIA 04.05.20 17h03RESPONDER
Ana Fonseca, Bárbara Trapp
Enviando Comentário Fechar!
Igor Padilha

Igor Padilha

Excelente!!
★★★★★DIA 03.05.20 16h59RESPONDER
Ana Fonseca, Bárbara Trapp
Enviando Comentário Fechar!
Enviando Comentário Fechar!

CONHEÇA NOSSA EQUIPE

Ana Fonseca

Ana Fonseca

Neurorradiologista

Radiologista com atuação em Neurorradiologia e Cabeça e Pescoço. Fellowship na Santa Casa de São Paulo e grupo DASA.

Bárbara Trapp

Bárbara Trapp

Neurorradiologista

Radiologista com atuação em Neurorradiologia. Fellowship em Neuroimagem pela Unifesp e Universidade de Viena.

Igor Padilha

Igor Padilha

Neurorradiologista

Radiologista com atuação em Neurorradiologia e Cabeça e Pescoço. Fellowship na Santa Casa de São Paulo e grupo DASA.

Camila Amâncio

Camila Amâncio

Neurorradiologista

Radiologista com atuação em Neurorradiologia no Hospital Sírio-Libanês e grupo DASA. Fellowship no Hospital Sírio-libanês.

 

Cadastre-se em nossa Lista VIP